sexta-feira, 8 de outubro de 2010

COMO FOI INVENTADA A INTERNET?

Em 1957, o Ministério da Defesa Americana criou o ARPA (Advanced Research Projects Agency) para ajudar na segurança do País. Foi esse órgão que realizou o casamento do computador com a linha telefônica, do qual surgiu a aparnet, que seria avó da internet. No começo, o sistema operava com apenas 4 computadores e em pouco tempo já possuía 15 ramificações, possibilitando o envio e recebimento de e-mails.

O primeiro e-mail foi enviado pela rede em 1972, um ano antes de Vint Cerf, o pai da internet, apresentar a idéia de rede mundial num congresso nos Estados Unidos. Porém, o nome internet só seria usado em 1982 para definir um conjunto de redes que utilizam o protocolo TCO/IP.

Em 1975, dois jovens desistem dos estudos em Harvard e iniciam uma sociedade visionária com base nas idéias de Cerf. Eles imaginaram que se aquilo desse certo todas as casas teriam no futuro um computador e seria necessário um programa para organizar o conteúdo desses aparelhos domésticos. Um desses jovens era Bill Gates, dono da multimilionária Microsoft, produtora do programa Windows.

As escolas rapidamente aderiram ao sistema, criado em 1979 a usenet, que de princípio ultrapassou mil unidades, conectando centenas de universidades. Em 1988 veio o primeiro vírus que afetou sozinho 6 mil sub-redes das 60 mil existentes.

A década de 90 trouxe, então, o primeiro provedor comercial chamado world.std.org. Este foi o fim da arpanet e o inicio da sigla WWW (world wide web). A internet era agora um domínio público e fechava o século 20 com mais de 150 milhões de usuários, número que poderá chegar a 1 bilhão até esse ano.

Não dá para ignorar a força da rede. Hoje, ela faz parte de nossa vida. O importante é usá-la com sabedoria. Há gente que passa horas navegando em sites de baixa qualidade e acaba trocando a realidade pelo mundo virtual. Isso é uma doença. Não seja um desses. Que tal criar meios de usar a internet para falar de Jesus a outras pessoas? Mande hoje mesmo um e-mail falando para alguém da volta de Cristo. O resultado poderá ser o privilégio de encontrar no Céu um amigo que você evangelizou através da rede.

O saber se multiplicará. Daniel 12:4

Por Rodrigo e Lisliê

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. o verdadeiro pai da internet foi Licklider sem contar a contribuição no campo imaginario de Arthur C. Clarke.

    Doug Engelbart deveria esta ai mais vc não o citou e sim Bill Gates que nada tem a ver, ja que esse individuo fez mas mal do que bem a internet; não foi ele que previo a computação domestica e sim Jobs e Wozniak sem contar Jack Tramiel.

    mas o pior foi ter deixado de fora o Tim Berners-Lee invertor do http e do www protocolo este que todos nos usamos ao acessar a internet

    ResponderExcluir